Notícias
Artigos
25
Mar
2019
DevOps é a Combinação de Filosofias, Ferramentas e Práticas

DevOps é a Combinação de Filosofias, Ferramentas e Práticas

Um dos pilares da transformação digital é o DevOps (abreviação de Desenvolvimento e Operações), que representa a união entre as áreas de desenvolvimento de software e operações com ênfase na comunicação, colaboração e coesão entre as equipes. Seu principal objetivo é a automação de todas as etapas do processo, gerando um aprendizado contínuo que retroalimenta o processo.

O movimento DevOps foi cunhado há mais de uma década por Patrick Debois. Hoje, é amplamente reconhecido pelo seu potencial de agilizar o processo de desenvolvimento de software, por meio de entrega e integração contínuas. Seja do ponto de vista de princípio ou de funcionalidade, o DevOps pode apoia as grandes empresas na evolução e adaptação de fluxos de valor para seus consumidores, fomentando inovações orientadas por hipóteses. Contribui ainda para ajudá-las a sobreviver em um mercado tão competitivo e prosperar modelos de negócios que requerem rápida transformação.

Dentre a série de palestras do lounge da CI&T no South by Southwest (SXSW), realizado semanas atrás em Austin, Texas (EUA), uma das sessões debateu as dores relevantes na jornada de transformação digital das grandes empresas. São organizações que precisam colocar o consumidor no centro do negócio e que necessitam acelerar o tempo entre se ter uma ideia, transformá-la em um produto inovador e inseri-lo no mercado.

De acordo com o especialista em inovação e empreendedorismo Silvio Meira, a estratégia com foco no longo prazo, a cultura (conceitos de colaboração e aceitação de risco) e a liderança estão entre as grandes forças deste processo.  O DevOps tem tudo a ver com a necessidade das organizações serem mais ágeis, em um contexto de mudanças.  Isto porque o DevOps aumenta a produtividade ao reduzir esse prazo de 

entrega, o qual abrange desde a ideação até o momento que o produto ou serviço chega ao cliente. Outro tema emergente é o uso da tecnologia da informação nos negócios. O departamento de TI das empresas passou a ser um gargalo ao ter que  suprir todas as demandas do negócio, já que todos os fluxos de trabalho da organização começaram a passar por ele. Com isso, a própria área virou precursora dos movimentos e iniciativas, para ganhar maturidade e agilidade. O DevOps é um deles!

Portanto, podemos dizer que o DevOps é a combinação de filosofias, ferramentas e práticas que ampliam a capacidade de uma empresa entregar novas versões de software com mais velocidade, otimizando e aperfeiçoando produtos em um ritmo mais rápido do que o das companhias com processos tradicionais de desenvolvimento de software e gerenciamento de infraestrutura. Essa agilidade e velocidade permitem às empresas atenderem melhor os seus clientes e competir de modo mais eficiente no mercado. Ou seja, o DevOps não é uma ferramenta e nem um método isolado, mas sim uma cultura composta por ferramentas e práticas, com foco em automação e agilidade. 

Rompendo Silos Organizacionais

Como aponta a sigla DevOps, nessa cultura as equipes de desenvolvimento e de operações não ficam mais isoladas em silos, elas passam a colaborar no mesmo projeto e, quando possível, ficam fisicamente juntas. Assim, os processos deixam de ser lentos, manuais e com postura defensiva, e passam a ser mais ágeis, automatizados e colaborativos, gerando um aprendizado mútuo.

Assim, o DevOps trabalha a evolução dos sistemas, sejam legados ou novos, para que as organizações possam atender na velocidade que o negócio e o mercado demandam, principalmente quando se tratam de legados altamente complexos ou de arquiteturas defasadas tecnologicamente e difícil de evoluir. Se pensarmos na cultura Lean, DevOps é a principal maneira reduzir os desperdícios entre as fases de desenvolvimento e ativação em produção.

Vantagens na adoção de DevOps

Maior produtividade: Enquanto nos processos tradicionais há um retrabalho custoso e frequente - devido a defeitos encontrados tardiamente e processos pesados de evolução e gestão de configuração -, no modelo de entregas contínuas, o produto é desenvolvido e modificado em modelos de lançamentos menores, sem gerar estoques de códigos. Para as equipes mais maduras nesse conceito, há mais de uma entrega em produção por dia.

Mais valor para o negócio: É preciso pensar menos em projetos e mais em produtos. Assim, por meio da engenharia de valor, pode-se priorizar exatamente aquilo que gera mais valor para o cliente. Usando o conceito de MVP (Mínimo Produto Viável), ideias e produtos que antes levavam meses para serem implantados e começarem a ter retorno, agora levam apenas poucas semanas.

Mais tempo para inovar: Com ambientes mais estáveis e a resolução rápida de problemas, há mais tempo para inovar. O resultado é menos war rooms (do inglês salas de guerra, são locais projetados para concentrar informações e motivar a equipe a gerar ideias e resultados) e mais DevOps.

Mais capacidade de intervir e melhorar o produto final: Com equipes trabalhando integradas em ciclos curtos de testes e entregas contínuas, antecipar incidentes críticos fica mais fácil. Graças ao processo de desenvolvimento, que promove a troca de informações, é possível chegar a um modelo que culmina em soluções mais estáveis e de melhor desempenho.

Os resultados da implantação dessa cultura são realmente impressionantes. Em alguns clientes, para os quais a CI&T contribui nessa jornada, alguns números de impacto nos negócios têm sido comprovados:

- Aumento médio de 6x nas implantações em produção;

- Redução de cerca de 24x no número de rollbacks (encerramento de transações, descartando o número de alterações feitas);

- 90% de redução no tempo de setup dos projetos, para os times de desenvolvimento;

- Menor custo de licenças e servidores;

- Maior satisfação, tanto para o time de desenvolvimento quanto para o de operações.

Marcas como GitHub, Sensormatic Solutions e Stitch Fix estão usando o DevOps, para acelerar desenvolvimentos de produtos e se tornarem mais inovadoras e competitivas.

A agilidade e a velocidade fazem com que as empresas atendam melhor os seus clientes e consigam competir de forma mais eficiente no mercado.

Fonte: https://cio.com.br/devops-e-a-combinacao-de-filosofias-ferramentas-e-praticas/

 

Gustavo Concon

Comente essa publicação